---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Arraste widgets para dentro do bloco. excluir bloco

  • Apresentação

    José Boiteux, habitado inicialmente por indígenas dos grupos Xokleng, Kaingang e Guarani, teve seu processo de colonização iniciado nos primeiros anos do século XX, permanecendo como parte do município de Blumenau até 1934, tornando-se em seguida distrito de Ibirama em virtude da emancipação daquele espaço geográfico.
    Em 1958, passou por um primeiro processo de emancipação política, o qual foi considerado inconstitucional, e desse modo, continuando na condição de distrito ibiramense até o final da década de 1980.Criado em 1989 através da Lei Estadual n° 7580 de 26/04/1989 e definitivamente instalado em janeiro de 1990, o município de José Boiteux completa 18 anos de emancipação política em 26 de abril de 2007.

    Predominantemente rural, apresenta economia baseada na agropecuária, caracterizada pela exploração de pequenas propriedades rurais, em regime de trabalho familiar.A maior parte da mão de obra ainda emprega-se nas atividades primárias, que tem como principal fonte de renda o cultivo do fumo em folha, seguindo-se de outras culturas de subsistência. A pecuária também é atividade de destaque, além da piscicultura e suinocultura que vem ganhando espaço nos últimos anos.

    O setor industrial tem como principal atividade à madeireira, seguido de pequenas indústrias de conserva e algumas facções têxteis, sendo que no setor de comércio e serviços, existe uma pequena rede de serviços abastecendo o mercado consumidor local.Considerando o modo como ocorreu o processo de desenvolvimento local, verifica-se que a força de vontade de seus primeiros colonizadores foi de grande expressão e significado, no entanto, compreende-se um crescimento modesto deste espaço, principalmente durante o período de vinculação aos municípios de Blumenau e Ibirama.

    Pode-se afirmar também que com a emancipação política, nosso município até teve impulsos de crescimento, mas pouco expressivos, no entanto, nos últimos anos, principalmente a partir de 2005, ocorreram mudanças significativas tanto nos aspectos de crescimento econômico quanto de desenvolvimento social.A economia local vem apresentando sinais de diversificação, surgem novas oportunidades de trabalho, os investimentos em obras de saneamento, saúde, moradia e educação são realizados com seriedade, fazendo com que a qualidade de vida da população se torne prioridade.

Arraste widgets para dentro do bloco. excluir bloco

  • IDMS - Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável

    Índice Geral: 0,545

    O IDMS é uma ferramenta para a aplicação do conceito de desenvolvimento municipal sustentável construído a partir de uma série de indicadores considerados fundamentais para diagnosticar o grau de desenvolvimento de um território. Esse índice, ao avaliar o desenvolvimento, configura-se como uma ferramenta de apoio à gestão capaz de evidenciar as prioridades municipais e regionais e situar as municipalidades em relação a um cenário futuro desejável. A sustentabilidade é entendida como o desenvolvimento equilibrado das dimensões Social, Cultural, Ambiental, Econômica e Político-institucional.

    Sociocultural

    0,644

    Econômica

    0,405

    Ambiental

    0,497

    Político Institucional

    0,632

Arraste widgets para dentro do bloco. excluir bloco